Movimento de Restauração: A Igreja de Cristo de Volta às Origens - Introdução

Introdução
A presente pesquisa se refere ao movimento cristão que surge no início do século XIX, posteriormente chamado de Movimento de Restauração, e que nasce com a finalidade de restaurar o cristianismo primitivo e, ao mesmo tempo, estabelecer e manter a unidade no vasto e plural seguimento religioso da época.

Abordar também quais os motivos que levaram diversos movimentos menores a se fundirem para formação desse movimento, qual a ênfase de cada um e por que decidiram se tornar um só seguimento. Quais eram os anseios de seus líderes e o que havia em comum entre eles.

O presente relato é relevante porque pretende mostrar qual a resposta dada pelo cristianismo do século XIX aos antigos conflitos entre grupos cristãos, apontando alternativas de convivência pacífica e harmoniosa, bem como amenizar o peso religioso exigido pelas instituições cristãs presentes na Nova Inglaterra.

Em segundo plano fizemos uma viagem pela história, buscando em cada fase do cristianismo moderno, paralelos com outros movimentos que almejaram e trabalharam pelo retorno ao cristianismo primitivo. Abordar o que esse movimento tem em comum com a Reforma Protestante, a Tradição Reformada, a Reforma Inglesa e outros movimentos históricos.

Por fim, produzimos um relato sobre como o Movimento de Restauração chega e se desenvolve no Brasil. Relatamos como David Sanders e outros missionários se estabeleceram a partir da região centro-oeste e avançaram para outros estados brasileiros. Ao final, apresentamos um sucinto relatório sobre as Igrejas de Cristo (nome adotado pelo Movimento de Restauração no Brasil), informando, com alguns números, seu atual alcance.