O perfil do pastor do Movimento de Restauração Stone e Campbell no Brasil

POR GLAUCO CÉSAR DE MENDONÇA¹

INTRODUÇÃO

O presente artigo é parte da pesquisa de doutorado que está sendo orientada pelo Dr. Estevan Kirschner. A pesquisa foi realizada na Atualização Ministerial das Igrejas de Cristo nos dias 25 a 28 de maio de 2016 e tem como objetivo traçar o perfil dos pastores do Movimento de Restauração. Esse artigo está dividido em duas partes, a primeira mostra as qualidades dos pastores e a segunda as áreas de necessidade e sugestões. O autor não colocou todos os dados da pesquisa, mas somente aqueles que considera mais pertinentes para promover o diálogo e a tomada de estratégias, a fim de que, como Igrejas de Cristo, possamos permanecer mais fiéis aos valores e intensões do Movimento de Restauração Stone e Campbell.

Como não dispomos no Brasil de pesquisas em âmbito nacional sobre perfil de pastores, só o que temos são raríssimas pesquisas denominacionais e com acesso restrito, precisamos lançar mão de pesquisas internacionais para fazer um contraponto e ter um referencial com a presente pesquisa. Uma das pesquisas mais amplas e respeitadas é a realizada pelo Seminário de Fuller, o Instituto Barna e Pastoral Care Inc.²

_____________________

1 O autor foi convertido a Jesus na Igreja de Cristo de Taguatinga em 1988, sendo pastoreado pelos pastores Edson de Gouveia e Edson Lobo, que até hoje continuam sendo seus mentores. Casou-se em 94 com Daniela membra da Igreja de Cristo de Ceilândia Sul e foram enviados pela igreja de Taguatinga para estudarem na Universidade das Nações no Chile por dois anos. Voltaram e serviram junto ao pastor Waldiberto de 97 a 99. São professores do Seminário Cristão do Brasil desde 98. E desde dois mil Pastoreiam a Igreja de Cristo Discípulos em Samambaia, onde nasceram seus filhos, Isabelle (14) e Mateus (11). O autor finaliza esse ano o mestrado em Teologia Bíblica pelo SETECEB e cursa o segundo semestre de Doutorado em Ministério pelo seminário Servo de Cristo em São Paulo.

²Aqui essa pesquisa é descrita como Barna.