Confissão de pecado e afirmação da fé: Em busca da unidade do Movimento Stone-Campbell

CONFISSÃO DE PECADO E AFIRMAÇÃO DA FÉ



Em Busca da Unidade do Movimento Stone-Campbell

Roger Dickson, que foi missionário em São Paulo, escreveu um “livrinho” muito popular entre os membros das igrejas "a capella" e conhecido como “A Espada”. Em minha casa existem dois exemplares, um que me acompanha desde os tempos de solteiro e outro que veio com minha esposa. Nele, Dickson escreveu que a “divisão é um pecado (Gl 5:19-20; 1Co 1:10-13; 3:3-4), provocado por mentes facciosas, por falsos mestres ou pela deturpação das Escrituras, entre outras coisas (1Co 3:3; Hb 5:14; Tt 3:10; 2Jo 11; 2Pe 3:16; Gl 1:6-10; Rm 16:17-18; 2:8; 2Pe 2:1-2)”. Todos nós concordamos com suas afirmações, até porque elas estão de acordo com as Escrituras.

Conscientes de que a divisão constitui pecado, os irmãos norte-americanos têm promovido um diálogo entre a Igreja Cristã (Discípulos de Cristo), as Igrejas de Cristo "a capella" e as Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo que é conhecido como “Stone-Campbell Dialogue”.

O Diálogo Stone-Campbell reúne-se duas vezes por ano, conta com a presença de ministros, historiadores e acadêmicos dos três principais ramos do Movimento de Restauração. Ele serve para aprofundar a compreensão entre os três grupos e para promover um clima construtivo para discutir as suas diferenças e as suas preocupações comuns.

Em busca da unidade entre as igrejas com origem no Movimento Stone-Campbell, esses irmãos propuseram uma “Confissão de Pecado e Afirmação da Fé”, que no entendimento deles deveria ser feita por todos nós. Por concordarmos com essa iniciativa de promover a nossa “unidade na diversidade”, transcrevo abaixo o citado documento com a esperança de ver no Brasil algo semelhante.


CONFISSÃO DE PECADO E AFIRMAÇÃO DA FÉ
Um Convite do Diálogo Stone-Campbell – Junho / 2000

Apresentado ao Diálogo Stone-Campbell, Igreja de Cristo em Madison, Nashville, Tenn., 01 e 02 de junho de 2000.


A divisão no Corpo de Cristo é pecado – contrário à vontade de Deus (João 17)

Como cristãos, nós que somos membros das Igrejas de Cristo, das Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo e da Igreja Cristã (Discípulos de Cristo), somos parte de um movimento que desde o seu início tem dado uma atenção especial à promoção da unidade visível da Igreja de Cristo. Esse movimento, iniciado no século XIX por Barton W. Stone e Alexander Campbell, tem uma grande herança em focalizar a unidade cristã.

No entanto, nós somos culpados de dividir o Corpo de Cristo no pensamento, na palavra e na ação. Muitos de nós fortaleceram o espírito da divisão e não fizeram o que deveriam ter feito para impedir ou superar a divisão.

Essa traição da nossa confiança tem empobrecido a igreja de Cristo inteira e enfraquecido a sua missão.

Nós ferimos profundamente uns aos outros com depreciação, suspeita, desconfiança e difamação.

Nós, participantes do Diálogo Stone-Campbell, fomos sediciosos. Confessamos a Deus que somos culpados do pecado da divisão e de abrigar e manter um espírito de divisão.

Nós trazemos agora a Deus a nossa interrupção dessa atitude e o arrependimento do pecado da divisão.

Nós pedimos perdão a Deus. Nós pedimos que Deus cure-nos de modo que nosso movimento, dentro da Igreja de Cristo, possa personificar mais perfeitamente a unidade a que nós somos chamados.

Assegurados da misericórdia e do perdão de Deus, nós prometemos avançar no serviço pela unidade dentro desta família da fé, para beneficiar a igreja inteira e o mundo.


Uma Afirmação da Fé.


Como discípulos de Jesus Cristo:

Confessamos que Jesus é o Cristo, filho do Deus vivo, e o proclamamos Senhor e Salvador do mundo;

No nome de Cristo, e por sua graça, nós aceitamos a missão de proclamar o Evangelho ao mundo e viver servindo e amando a todos;

Nós nos alegramos em Deus, o Criador do céu e da terra, e na aliança de amor que nos liga a Ele e uns aos outros;

Com o batismo em Cristo nós participamos na novidade de vida e somos feitos um com todo o povo de Deus;

Pelo dom do Espírito Santo nós somos colocados juntos no discipulado e na obediência a Cristo;

Na Ceia do Senhor, a cada semana, nós comemoramos com ação de graças os atos da salvação, a presença de Cristo e proclamamos a morte do Senhor até que ele venha;

Dentro do Corpo de Cristo nós recebemos os dons do ministério e aceitamos a testemunha autoritativa da Escritura;

Nos vínculos da fé cristã nós nos rendemos a Deus, e um ao outro a quem nós podemos servir, nesse cujo Reino não tem fim.

O Louvor, a Glória e a Honra sejam a Deus para sempre. Amém.

Nós convidamos todos aqueles dessa herança para juntar-se a nós nesta confissão e afirmação da fé, e para fazer-lhes seus próprios.

 

Assinam:
Mike Armour, Pulpit Minister, Skillman Church of Christ, Dallas, Texas – Igrejas de Cristo (A Capella)
Paul Blowers, professor, Emmanuel School of Religion – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
Raymond Brown, retired minister – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)
Douglas Foster, professor, Abilene Christian University, Abilene, Texas – Igrejas de Cristo (A Capella)
Richard Hamm, General Minister and President – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)
Susan Higgins, professor, Milligan College, Milligan, Tennessee – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
Byron Lambert, retired, Professor of Philosophy – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
John Mills, minister, Remsen Christian Church, Brunswick, Ohio – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
Peter Morgan, president, Disciples of Christ Historical Society, Nashville, Tennessee – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)
Phillip Morrison, editor, Wineskins Magazine, Franklin, Tennessee – Igrejas de Cristo
James B. North, vice-president for Academic Affairs, Cincinnati Bible College and Seminary – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
Gary Pearson, minister, Westminster Church of Christ, Westminster, Maryland – Igrejas de Cristo (A Capella)
Jimmy Sites, Pulpit Minister, Madison Church of Christ, Nashville, Tennessee – Igrejas de Cristo (A Capella)
Sharon Watkins, Senior Minister, Disciples Christian Church, Bartlesville, Oklahoma – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)
Henry Webb, retired professor, Milligan, Tennessee – Igrejas Cristãs e Igrejas de Cristo
Robert Welsh, president, Council on Christian Unity – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)
Newell Williams, professor, Christian Theological Seminary, Indianapolis, Indiana – Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)