A Igreja do Reino e a atual igreja institucionalizada

COMPREENDENDO A TENSÃO QUE EXISTE ENTRE A IGREJA DO REINO E A ATUAL IGREJA INSTITUCIONALIZADA. UMA COMPARAÇÃO:

Por Bruce Colson

O REINO DE DEUS
Ministério de Todos os Santos

1.Pastores/ Líderes treinam e liberam os membros para realizar ministério. Sacerdócio de todos os Cristãos.
2.O Espírito Santo e os dons são o centro de todo o ministério.
3.Adoração – inspiração/poder para realizar ministério.
4.Ministério acontece em qualquer lugar e qualquer hora.

5.A igreja é um exército de servos.
6.Uma categoria de cidadãos – escravos/servos debaixo de um Rei.
7.Programa do Espírito Santo.
8.O Espírito Santo é derramado sobre todos (Joel 2:28-29).
9.Liderança baseada nos dons e funções.
10.Liderança descentralizada.
11.O principal ministério dos líderes: equipar os santos para o ministério.
12.Harmonia entre a liderança e o povo. Todos trabalhando juntos para a edificação do corpo para o trabalho do ministério. Ef.4:16
13.Pastores são vistos como investidores nas vidas do povo.
14.Todos ocupados com o ministério. 

IGREJA INSTITUCIONALIZADA
Ministério de Poucos Escolhidos

1.Faculdades e Seminários treinam um grupo de elite – clero.
2.O Pr. é o centro de tudo o que acontece na igreja.
3.Adoração – tempo de receber, receber, receber – dar sómente dinheiro.
4.Ministério acontece no prédio da igreja.
5.A igreja é um auditório de ouvintes.
6.Duas categorias de cidadãos – o clero e o laicato (os leigos).
7.Programa do homem.
8.O Espírito Santo é derramado sobre um pequeno grupo especial.
9.Liderança baseada em diploma e títulos, confirmada pelos l[ideres denominacionais.
10.Liderança centralizada.
11.O principal ministério dos líderes: realizar bem o ministério.
12.Tensão e conflito entre a liderança e o povo. Síndrome de Ele/Nós
13.Pastores são vistos como aqueles que dominam e dirigem a igreja.
14.Pastores frustrados que estão trabalhando demais e membros frustrados  porque não estão satisfeitos com o que estão vendo. 

“Todas as seitas e facções do mundo Cristão tem abandonado, em graus maiores ou menores, a simplicidade da fé e o estilo de vida dos primeiros Cristãos.” Alexander Campbell