David Sanders, uma história... - XXXII – O Cumprimento da Visão de Brasília

 XXXII – O Cumprimento da Visão de Brasília

Convertido, Luiz Lira e sua família, ele começou a ser um grande testemunho em vários lugares. Por esta época, de desenvolvimento de sua conversão, já estávamos planejando várias coisas a respeito de Brasília. Sendo que esta era a nossa primeira visão ao vir ao Brasil: vir para o Distrito Federal, a Capital. Assim, pensávamos estar em Goiânia só até a capital ser inaugurada, a porta aberta para um trabalho em Brasília.

Então, durante este tempo, tínhamos escrito e enviado um ofício a Brasília pedindo por um lote para uma igreja aqui. Queríamos fazer uma campanha para levantar fundos para a construção da Igreja em Brasília.

E, nesse intervalo, depois de dois anos, recebi uma resposta, um ofício, dizendo que não lhes fora possível doar um lote.

Por fim, comecei a viajar a Brasília para falar com as autoridades. Mas, antes, um grupo de nossos irmãos tinha vindo aqui, feito um pedido, e ganharam o registro de Requerimento Número 001 para o lote na cidade. Contudo, ainda não fora escolhido o local.

Eu começara a fazer requerimentos e trabalhos, no início do Núcleo Bandeirante; e, nesta época, em que negociava para o lote em Brasília, Luiz Lira mudou-se para o Núcleo Bandeirante, onde começou a ter cultos em sua casa. Eu o visitava e pregava lá, de vez em quando, iniciando um trabalho.

Entretanto, ainda sem lote em Brasília, visitamos Willian Loft, em Taguatinga, onde iniciara um trabalho em sua casa, e fizemos um ponto de pregação  no lote lá, já que o lugar estava em grande crescimento. Ali, finalmente, foi construída uma boa capela (atualmente é a Igreja de Cristo em Taguatinga – Sandú Sul) para os trabalhadores, junto a casa dele. Isto, por volta do ano de 1959.

Eu e Ruth mudamos para lá em fins desse ano, numa casa perto da igreja, e sempre vínhamos ao Plano Piloto para localizar um lote, que já estava escriturado.
Enfim, foi-nos autorizado ir ao Rio de Janeiro para escolher o lote para Igreja. Fui e escolhi este na entre quadra 305/306 da Asa Sul. Voltei para escriturar e registrar, e descobri que precisaria ir a Planaltina retirar outra escritura, o que fiz.

Amigos em Goiânia conseguiram a autorização para liberar um documento de isenção de impostos de transmissão, e registramos gratuitamente. Mas, estava registrando no estado de Goiás, porque o Distrito Federal ainda não fora inaugurado. A escritura definitiva só veio a sair um mês antes da inauguração da cidade, em 1960.

Eu queria esta escritura para, depois da inauguração, poder viajar para os Estados Unidos, e conseguir apoio para a construção. Porque pensei: Não posso pedir dinheiro sem o lote.

Assim, no dia da inauguração de Brasília, tivemos o primeiro culto lá, no lote, ainda sem uma boa construção.